Otimização de conversão, transformando visitantes em compradores

otimização de conversão em marketing digital
por

A interatividade da internet torna a conversão algo rápido. Você é capaz de converter um cliente potencial em um cliente comprador mais rapidamente do que em qualquer outra mídia. As pessoas recebem diversas mensagens publicitárias e promocionais que buscam persuadi-las a uma ação. Ainda que mídias offline tradicionais possam transmitir essas mensagens, é difícil que as pessoas ajam imediatamente sob o efeito delas. Já na web, um cliente potencial pode receber uma mensagem e , em questão de minutos, clicar em um link e comprar um produto.

Mesmo que isso seja maravilhoso, a conversão online de um cliente potencial não é tão fácil. Ele pode se distrair e em questão de segundos, decidir ir para outro site, sem nunca retornar ao seu. O que fazer para minimizar as chances dele deixar seu site e maximizar resultados de sua divulgação online?

A otimização da conversão analisa o comportamento de clientes, concentrando-se no que motiva um segmento específico do mercado a reagir de determinada forma a elementos de marketing e faz recomendações às empresas quanto à melhor forma de ajustar seu mix de marketing e vendas em resposta. A otimização, como sugere seu nome, foca no aumento do percentual de visitantes que se convertem em compradores em uma campanha de marketing. Note que uma conversão não precisa ser necessariamente uma compra e sim uma ação que sua empresa deseja.
Exemplo: Cadastro na newsletter, Compartilhamento de um conteúdo em redes sociais, etc. Faremos outro post com exemplos de métricas de conversão para sites que não façam venda on-line.

Otimização de conversão é um trabalho constante

O processo da otimização de conversão se inicia com a quantificação dos números para cada campanha que você realiza. Campanhas diferentes monitorarão tipos diferentes de conversão. Para um varejista, os dados podem ser o número de pedidos recebidos em um mês ou o valor médio dos pedidos durante mesmo período. Para um escritório de advocacia, pode ser o número de contatos pelo site ou o número de casos novos recebidos. Um site de notícias ou revista online pode monitorar o número de assinaturas ou a frequência que as matérias são visualizadas. Uma organização sem fins lucrativos pode monitorar as doações coletadas em uma semana ou mês.

Depois de estabelecer o que pretende analisar, o próximo estágio deve ser compreender a história por trás dos números. Por que seu mercado-alvo reagiu de certa forma a uma campanha específica? Que, na campanha, eles gostaram ou odiaram? O que você poderia ter feito melhor? Novamente, o cliente está no centro dessa análise.

De posse do conhecimento proveniente do estágio de análise, você está finalmente pronto para avançar para o processo de otimização.

Muitos gestores ou marqueteiros ficam frustados com com baixos números de conversão e anseiam encontrar novas formas de maximizar suas receitas. Como resultado, alteram centenas de elementos em uma única campanha, esperando que estas mudanças produzam um impacto positivo em seus resultados financeiros, o que dificulta o monitoramento dos elementos que de fato ajudaram – ou prejudicaram – sua campanha.

Alterações que ampliam suas receitas são recompensadoras, mas os ajustes que provocam uma diminuição da receita também apresentam dados valiosos sobre seu mercado.

Vejo muitos clientes se preocupando apenas em investir para trazer mais visitantes e deixando de lado o site propriamente dito.  Muitas vezes, se houver uma melhoria na taxa de conversão do site, pode-se dizer que você conseguirá o mesmo resultado com menor investimento em mídia, ou até aumentar o resultado, sem necessidade de aumento no investimento.

Vamos exemplificar apenas um item que afeta diretamente a conversão do seu site, pois teremos mais posts falando deste assunto.

Velocidade de carregamento do seu site

A impaciência é uma virtude digital. Sites lentos torturam e frustam os visitantes de websites e aniquilam as chances de seu negócio online ser bem sucedido ou ter melhores desempenhos.

Velocidade também vende!

Segundo pesquisas e estudos de especialistas, 1 em cada 4 visitantes pode abandonar o seu site se ele leva mais de 4 segundos para carregar. 46 por cento dos usuários não voltam a sites de baixo desempenho. Seu website têm apenas 5 segundos para envolver os visitantes antes deles pensarem em sair, 74 por cento dos usuários que acessam o site móvel saem se ele demorar mais de 5 segundos para carregar. Cada um segundo de atraso no tempo de carregamento da página pode levar a US $ 1,6 bilhões em perdas anuais para comerciantes on-line tão grandes como Amazon.

 Confira outros posts relativos a este assunto:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *