Bounce rate do seu site está alto?

por

Taxa de rejeição (bounce rate) é a porcentagem de usuários que entram em um site, mas saem instantaneamente sem visitar uma segunda página ou executar uma ação previamente programada. A taxa de rejeição reflete a qualidade do tráfego que visita nossas páginas do site e se nosso conteúdo e estrutura atende às expectativas dos visitantes. Também é um indicador útil de onde os problemas podem estar ocorrendo no site.

Vamos começar com uma afirmação dura: não podemos fazer com que todo o tráfego no nosso site navegue em mais de uma página e é por isso que precisamos analisar e suavizar a taxa de rejeição.

Como identificamos um bounce rate?

Existem cinco sinais típicos:

1. Os visitantes clicam no botão Voltar do navegador
2. Os visitantes insirem um novo URL na barra de endereços
3. Os visitantes fecham a janela ou a aba do navegador
4. Os visitantes ficam inativos por mais de 30 minutos e a sessão expira
5. Os visitantes clicam em um link de saída para outro site

Aqui estão algumas médias de taxa de rejeição de referência para os tipos mais comuns de sites:

20% – 45% para sites de comércio eletrônico e varejo
25% – 55% para sites B2B
30% – 55% para sites de geração de leads
35% – 60% para sites de conteúdos que não são de comércio eletrônico
60% – 90% para Landing Pages
65% – 90% para dicionários, portais, blogs e geralmente sites que giram em torno de notícias e eventos

Aqui estão os tipos de páginas mais comuns com números razoáveis ​​de alta taxa de rejeição:

  • As postagens de blog têm um número esperado de taxa de rejeição de 65% ou muito maior. Os visitantes geralmente saem depois de ler as informações relevantes do artigo.
  • Entre em contato conosco, as páginas são um tipo de páginas muito comuns e aceitas para ter altas porcentagens de taxa de rejeição porque os visitantes acessam informações básicas, como telefone, e-mail ou endereço.
  • As páginas de apresentação de formulários sempre têm altos índices de rejeição porque o objetivo principal dos visitantes é completar o processo de submissão e sair imediatamente.
  • As páginas de confirmação geralmente são o último passo quando um visitante completa um objetivo e está pronto para sair, então o salto é inevitavelmente alto.
  • As páginas de pagamento não são uma página de destino desejada e o tráfego de entrada para essas páginas geralmente é baixo. Portanto, não é uma preocupação que a taxa de retorno correspondente seja alta.
  • As páginas de suporte ao cliente têm muitas vezes altos valores da taxa de rejeição em sites de suporte de qualidade. Este é geralmente um sinal positivo porque os visitantes responderam às suas perguntas e não precisam chamar o suporte ao cliente.

Como distinguimos bounce rate bom e ruim?

Você sabia que uma alta taxa de rejeição nem sempre é ruim e uma baixa taxa de rejeição nem sempre é positiva?  É difícil saber interpretar com precisão as porcentagens e evitar erros de análise comuns.

Um dos cenários mais comuns é quando vemos uma alta taxa de rejeição na página inicial do portal e corremos para julgar que tem um desempenho fraco ou conteúdo de baixa qualidade. Na verdade, nada precisa ser melhorado porque os visitantes tendem a consumir informações e, em seguida, deixar um site relacionado a notícias. Outro ótimo exemplo de uma taxa de rejeição elevada aceitável é a quantidade de cliques nos links de saída. Quando os visitantes entram em um site e clicam em um link externo dentro da página, isso pode ser considerado um bounce-rate, mas é uma interação positiva se esse link redirecionar para um site parceiro.

De acordo com muitos especialistas do Google Analytics, o percentual de taxa de retorno acima de 35% é motivo de preocupação e qualquer coisa acima de 50% é mais preocupante, mas é preciso avaliar alguns fatores cruciais antes de ter uma análise precipitada. A credibilidade da marca, o tipo de site, o tipo e a colocação da página web no site, a intenção dos visitantes e o nível de seu ciclo de vida são fatores atenuantes ou agravantes.

E quanto à taxa de rejeição em dispositivos móveis?

Os usuários do desktop tem um bounce rate médio de 42%. Os usuários de celular são mais propensos ao bounce-rate, então nós temos que esperar que os números da taxa de rejeição móvel sejam até 16% maiores do que os números do desktop. A distinção entre percentuais de taxa de rejeição móvel e desktop pode ser ainda mais evidente em sites de geração de leads por causa da conclusão necessária de grandes formulários em uma página da Web. A taxa de rejeição esperada para dispositivos móveis é até 12% maior do que os números da taxa de rejeição do desktop. Uma porcentagem muito maior para dispositivos móveis e tablets pode indicar que o site não está otimizado para telas menores.

Qual é a melhor maneira de expor as métricas da taxa de rejeição (bounce rate)?

Segmentação e análise adequada são as chaves do sucesso! Tendo em mente que as expectativas dos visitantes variam em muitos fatores, a segmentação dos dados fornecidos é uma tática muito inteligente. Aqui estão as melhores escolhas de segmentação para considerar e avaliar o desempenho de um site:

1. Visitantes que retornam: alguém que retorna em um site tem sempre um propósito diferente do que um novo usuário. É comum que os visitantes que retornam tenham uma porcentagem mais baixa da taxa de rejeição, uma vez que estão mais familiarizados com o conteúdo do site.

2. Visitantes de Mobile e Tablet: um usuário de tablet ou um usuário móvel tendem a ter maior bounce-rate. Normalmente, os usuários móveis estão procurando informações específicas em uma página da web, como um endereço, um produto específico ou uma resposta a uma pergunta. Além disso, as taxas de rejeição são muito maiores em sites que não respondem e oferecem uma experiência de usuário móvel fraca.

3. Localização geográfica: você deve esperar uma alta taxa de rejeição de fora da sua área de atuação, se você for um negócio local que não atende a região do usuário. Você precisa segmentar visitantes locais, caso seu tipo de produto ou serviço seja voltado para clientes locais.

4. Origem: dois fatores muito importantes para a avaliação do desempenho do seu site são a origem do seu tráfego e a categoria da fonte, como busca orgânica, pesquisa paga ou sites de referência. Os visitantes entram em seu site através de uma variedade de fontes com diferentes intenções e taxas de rejeição substancialmente diferentes.

Conclusão

Muitas pessoas me perguntam qual a taxa de rejeição adequada e baseando-se neste post, podemos ver que não existe receita de bolo e sim muita análise, muito estudo, para se chegar a uma conclusão.

Testes A/B são imprescindíveis para se analisar o que funciona ou não no seu site. Existem ínúmeros exemplos de otimização de conversão, que trazem melhorias substanciais na efetividade de um site.

Esse é o nosso trabalho de investigação constante. O que está bom hoje, pode melhorar amanhã! Continue acompanhando nossos posts com informações do mercado.

Encontre também mais informações sobre bounce rate no site do Google.

Artigo original do site Kinsta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *